Publicado por: mirnacavalcanti | 14 de março de 2016

“Não é ‘crise’, mas falta de capacidade e dignidade”


 

 

Brasil: verde, amarelo, azul e branco

Brasil: verde, amarelo, azul e branco

Ontem foi um dia histórico, pois o povo foi às ruas  mostrar sua indignação. A maioria foi iludida por prestidigitadores que, antes das eleições tudo prometeram e após as mesmas, nada fizeram de positivo – ao contrário: econômica e financeiramente considerando, o governo colocou o país entre os mais atrasados do mundo, tem feito de tudo para desestruturar  o estado e o regime democrático, com objetivo determinado  há já bem mais do que um quartel de século já sonhavam com a  URSAL (*) para chegar à famigerada Pátria Grande.

Temos que  aguardar  a juíza examine os volumosos documentos para que decida ou não a prisão do ex-presidente. Ao revés do que muitos imaginam,  esse ‘ex-líder sindical’ foi e é um grande mal para o país – e perigoso, pois sua intenção outra não é que a de, sob o disfarce de ‘democrata pai do povo‘, transformar o Brasil em país comunista. Ficou rico da noite para o dia, tornou ricos os seus, ‘abanou com o chapéu alheio’ (dinheiros de impostos) emprestando somas vultosas para todos os países que lhe puderam dar algo em troca e ainda  insufla – sempre que pode – a luta de irmãos contra irmãos…                                      Muito mais há para escrever sobre seus atos destruidores, mas desnecessário, pois evidentes… Portanto, se  preso,  SERÁ exemplo positivo não só para toda a nação, como uma demonstração para os demais países de que as instituições aqui estão atuando cada uma dentro de sua esfera.

Referentemente à senhora presidenta, chefA de Estado e de governo, ficou claro ontem, 13 de Março, pois  ecoou a voz do povo  não só em todo o território nacional, como no exterior: seu tempo no posto para o qual foi eleita se esgotou. Ao carecer de capacidade, inteligência e qualidades outras imprescindíveis para exercer a presidência, levou-nos ao caos no qual o país se encontra. Não há  ‘crise’   na acepção real do vocábulo, mas a realidade brasileira é resultante da má escolha de seus governantes. A presença do povo nas ruas dia 13 de Março, revelou que ‘jamais antes na história deste país’, ocorrera algo similar… foi  resultante da indignação geral dos que sabem pensar, pois constatados foram os objetivos do que tentaram – ella e seus aliados fazer: destruir os pilares que sustentam o país e a nação.

Que se preste atenção:  ella, elle, são apenas ‘peças de um jogo‘ que iniciou a ser planejado bem antes do famigerado Foro de São Paulo. Precisamos de muito mais. Usemos a força do Direito. “Habemus lex” – não será ‘golpe‘ algum, consoante dizem os iludidos.

É de lamentar-se que TODOS os que se encontram na ‘escala sucessória’ da presidência da república estejam, de uma ou outra forma, comprometidos negativamente e carecem pois, de condições para governar este país. Dos 81 senadores e 513 deputados, poucos são os dignos de representar o povo – e estes, não teriam ‘como’ governar com tão poucos aliados.

Portanto, ante o caos instaurado, fundamental é atentar-se para o insculpido no artigo 142 da Constituição Federal:

As Forças Armadas, constituídas pela Marinha, pelo Exército e pela Aeronáutica, são instituições nacionais permanentes e regulares, organizadas com base na hierarquia e na disciplina, sob a autoridade suprema do Presidente da República, e destinam-se à defesa da Pátria, à garantia dos poderes constitucionais e, por iniciativa de qualquer destes, da lei e da ordem.”

Este artigo, é garantia de legitimidade constitucional de agir. O Brasil, como país, tem sido desrespeitado internacionalmente pelos atos errados – e a grave corrupção que cresce de forma assintótica desde que esses vermelhos tomaram o poder. Quando escrevo ‘vermelhos’, considere-se também os que a elles se aliaram – nem que de forma oblíqua – e esses não são apenas os politiqueiros de outros partidos colloridos, mas os que  estão a fazer-se ‘oposição’ ou/e a sugerir regimes que no momento atual não funcionarão.

Para que não haja dúvidas: é importante sejam TODOS investigados e, se ao final constatados seus agires como negativos, ilegais ou mesmo imorais, que RESPONDAM até CRIMINALMENTE pelos mesmos, devolvendo (se o caso) às burras do ESTADO os dinheiros que dali foram tirados – ou deixaram de entrar – por seus atos deletérios.

Maus brasileiros!

Rio de Janeiro, 14 de Março de 2016

Mirna Cavalcanti de Albuquerque

 

(*) A União das Repúblicas Socialistas da América Latina (URSAL) é um projeto político, do Foro de São Paulo, que tem como objetivo instituir uma confederação de países socialistas na América Latina

Anúncios

Responses

  1. Já estamos chegamos na URSAL?Guardai-nos ó Deus!Nazareth Peres

    • BUENAS! Há um projeto de lei de um desses politiqueiros, parece – ms ms há q ver em q estágio se encontra. Pesquisarei oportunamente, querida Nazarethmperes…

      AbçGrde!!!
      Mirna


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: