Publicado por: mirnacavalcanti | 22 de junho de 2013

Resposta do Diretor-Geral do INCA e meus e-mails (Maria Neto Ferreira)


 

Caros leitores,

 

Postei o artigo “MARIA NETO FERREIRA”  em 13 de Junho e, após fazê-lo, enviei cópia do mesmo para o Dr.  Luiz Antonio Santini  Rodrigues da Silva, pois é esta minha forma de proceder quando algo semelhante acontece.

 

Transcrevo abaixo a cópia do mesmo, para conhecimento de todos quantos o leram – meu objetivo é tornar público e ser justa.

 

Mirna Cavalcanti.

 

   

Exmo. Sr. Dr.

Luiz Antonio Santini  Rodrigues da Silva

MD Diretor Geral do INCA

 

 

Prezado doutor Santini.

 

Cordiais saudações.

 

Ontem tentei falar com o senhor antes de escrever o artigo abaixo que postei em diversos blogs.Não foi possível.  O texto é auto-explicativo e peço-lhe faça-me a gentileza não só de lê-lo, como agir no sentido de dar solução a este triste caso.

 

Não conheço sua pessoa, mas uma criatura pode ser qualificada por seus feitos. É o caso de VS. Soube ser excelente médico e administrador, homem de caráter íntegro e bom coração.

 

Imagino o quão difícil é sua posição. O INCA é hospital de grandes proporções. Impossível estar a par de tudo o que nele ocorre. Forçosamente há delegação de poderes e consequentemente, são tomadas decisões.

Não busco ‘culpar’ quem quer que seja, mas chamar a atenção para fato que possívelmente possa já ter-se repetido anteriormente e, se for o caso, tentar alertá-lo para que não ocorra mais vezes.

 

Apelo, portanto,  para QUEM o senhor é como ser – e pelo cargo que ocupa. 

Peço a Deus que o ilumine e aguardo, sinceramente, receba Dna. MARIA o tratamento que só aí poderá ter. O caso narrado é grave, não sei sua extensão, a senhora é velhinha – e só. Não sou médica, Dr. Santini, mas sei que ela necessita urgentemente fazer todos os exames necessários para que os diagnóstico e prognóstico possam ser dados. Não importa mesmo que seu tempo aqui esteja a terminar(92 aos). O senhor é um médico humano e sabe que a Medicina tem que ser exercida com amor e respeito – além dos conhecimentos científicos. 

 

Meu único objetivo é o de ajudar uma pessoa que desconheço – mas sinto ser este meu dever.

 

Tenho o hábito de sempre dirigir-me a quem se encontra em posição superior – que é o seu caso. Não o fiz, pois, como escrevi no início, foi impossível, mas o faço agora, por questão de lealdade e por saber que , abaixo de Deus, a decisão será sua. Por isso, antecipadamente lhe agradeço, pois sei agirá com justiça.

 

Peço ao Senhor que lhe ilumine os passos e sua carreira siga a brilhar.

 

Sem mais para o momento,

Despeço-me enviando-lhe os meus mais elevados protestos de estima e consideração.

 

Mirna Cavalcanti de Albuquerque Pinto da Cunha.

Niterói, 13 de Julho de 2013.

 

 

Nem bem 24 horas se passaram e o Dr. Luiz Antonio Santini respondeu-me:

     
 

 

Rio de janeiro,14 de junho de 2013 

Estimada Sra. Mirna Cavalcanti de Albuquerque Pinto da Cunha, 
  
Em nome do Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA), antes de tudo, gostaria de agradecer pelo envio deste e-mail.  Contribuições como a sua nos ajudam no desafio que é está à frente de uma Instituição, que embora tenha mais de 76 anos, trabalha com diferentes questões referentes ao câncer, um doença que requer cuidados não só assistenciais, mas também na área de pesquisa e prevenção. 
  
Com relação ao caso da Sra. Maria Netto Ferreira, de 92 anos, envio todos os esclarecimentos sobre o estado de saúde da idosa, além dos questionamentos sobre as possibilidades de internação. 
  
– A paciente iniciou o tratamento de câncer de pele, no ano de 2004. Foi realizado todo o acompanhamento necessário para o caso que na ocasião, era de lesão tumoral no lado direito do rosto, com histórico de crescimento lento há cerca de 10 anos. Após os exames pré-operatórios, foi realizada cirurgia, no dia 10 de dezembro de 2004, para a retirada da lesão. 

– Após a cirurgia, Sra. Maria continuou sendo acompanhada em consultas periódica no INCA e, em setembro de 2006, dois anos depois, foi constatado o surgimento de nova lesão tumoral na pele do rosto. Desta vez, na região da testa (frontal). Sra. Maria foi operada, novamente, no dia 10 de outubro de 2006, com retirada desta nova lesão. 

– Vale ressaltar que de acordo com o laudo patológico dos tumores retirados em ambas cirurgias, se tratava de carcinoma basocelular, o tumor maligno da pele mais comum no país, provocado pela exposição prolongada ao sol em indivíduos sensíveis. Habitualmente, de crescimento lento ao longo de anos, não evolui com metástases à distância ou acometimento de órgãos internos. O tratamento, em sua grande maioria, é a retirada cirúrgica do tumor. Geralmente, este tipo de câncer reaparece, no mesmo local ou em outras áreas da pele,que foram expostas, aos longos dos anos ao sol. 
  
– Infelizmente, após a segunda cirurgia, em outubro de 2006, a paciente não compareceu mais ao INCA para o acompanhamento posterior, que é necessário para todos os tipos de câncer. 
  
– No início de maio de 2013, sete anos após a última vinda ao INCA, a paciente, por telefone agendou, nova consulta médica – marcada para o próximo dia 17 de junho. 
  
– No dia 20 de maio, Sra.Maria foi trazida por dois acompanhantes para o setor de pronto atendimento do INCA e, embora estável e sem indicação para internação, apresentava lesão tumoral no lado direito do rosto muito infectada, provavelmente correspondendo à recidiva (reaparecimento) da lesão antes ressecada, em 2004. Cabe ainda afirmar que esta nova lesão facial já vinha crescendo e evoluindo há anos. 

– De acordo com a rotina estabelecida no setor, o Protocolo de Classificação de Risco no Serviço de Urgência, a paciente foi entrevistada e teve seus sinais vitais avaliados pela enfermagem , sendo constatada uma situação de categoria branca, ou seja, ausência completa de urgência ou emergência e internação. Sendo assim, a paciente e seus acompanhantes foram encaminhados para o ambulatório de cirurgia plástica do hospital naquele mesmo dia. 
  
– O INCA observa que ainda que o setor ambulatorial já estivesse com o atendimento encerrado e a paciente não ter agendamento prévio para aquela data, os responsáveis da área fizeram contato com o médico plantonista da cirurgia plástica, que se encontrava no centro cirúrgico. Após o término da última operação de rotina, o profissional retornou ao ambulatório e fez o curativo na lesão no rosto da Sra. Maria, constatando que a paciente já tinha sido atendida em outra unidade de saúde e fazia uso dos medicamentos adequados (cefalexina e ivermectina). 
  
– Após o procedimento, que foi realizado corretamente, o médico a acompanhou pessoalmente à recepção do ambulatório, onde determinou antecipação da consulta médica, que estava previamente agendada para o dia 17 de junho, porém a paciente, que já é muito idosa, não foi trazida ao INCA. 
  
– O INCA informa que todo o atendimento transcorreu de forma correta,  humanizada, sendo prestado dentro dos padrões estabelecidos. 
  
– O INCA afirma ainda que os acompanhantes da paciente manifestavam insistente interesse em promover uma internação hospitalar, algo que não é indicado para o caso. A atual infecção na lesão na face, embora de mau aspecto, deve ser tratada ambulatorialmente, por meio de repetidos curativos em posto de saúde, consultório ou mesmo no INCA, não sendo indicada internação hospitalar em nenhum momento. 
  
Em nome desta Instituição, me coloco inteiramente à disposição para qualquer retirada de suas dúvidas sobre esse caso. 
  
  

Luiz Antonio Santini
Diretor Geral do INCA
INCA – Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva

lsantini@inca.gov.br
) Tel.:+55 21 3207.1006 (tel) e 55 21 3207.1881(Fax)

 

 

Amigos leitores,

 

Considerando-se as responsabilidade e ocupações do Dr. Santini e, mesmo assim, tendo encontrado tempo para responder-me com rapidez e  gentileza,  sensibilizou-me . 

 

Em um mundo no qual as pessoas estão mais e mais egoístas, encontrar-se alguém ainda realmente  ‘humano’, é raríssimo. Uso o ‘superlativo absoluto sintético,  nesta minha redação, mas é a única maneira de tentar ‘qualificar’ sua pessoa. 

 

Transcrevo infra meu e-mail agradecendo-lhe:

       
 

Caro Dr. Luiz  Antonio Santini

 

Fraternas saudações!

 

Primeiramente agradeço-lhe a pronta resposta, dada de forma que uma pessoa leiga possa entender. Sua gentileza harmoniza-se à pessoa que é. 

Confesso que não só aprendi com sua forma didática de expor o caso (mestre que é), como vi a necessidade de tentar ‘conter-me’  neste meu sempre natural desejo de ajudar meus semelhantes. Por tudo, muito obrigada.

 

O prontuário de Dna. MARIA, é um completo  histórico médico, com explicações que serão úteis para os leigos que acessam as matérias que posto. É uma verdadeira ‘aula’ sobre esse tipo de câncer.                                                                                         Outrossim, senti-me aliviada em saber que aquela senhora não  corre risco de vida e que o tratamento do mal que lhe acomete pode- e deve- ser feito da forma que explanou.

 

Sua explanação foi o quanto basta para constatar que Dna. MARIA está sendo tratada como deve e dentro dos parâmetros aos quais o INCA se propõe.

 

Por outro lado,não creio em ‘coincidências’, Dr. Santini. Vim a ‘conhecê-lo’ nessa circunstância e fui levada a ler alguns de seus artigos. Gostei da forma que escreve e os assuntos que aborda são deveras importantes.

 

Convido-lhe também a ‘visitar-me’ quando puder e constatar que sou quem escrevo. Se tiver algum tempo livre, penso que apreciará meus escritos:www.mirnacavalcanti.wordpress.com

 

Já tendo tomado bastante de seu precioso tempo, peço-lhe desculpas e, uma vez mais, receba meu sincero ‘muito obrigada’.

 

Finalizo este, de maneira menos formal, mas não menos respeitosa.

Que Deus siga a iluminar-lhe, caro Dr. Santini, e vença os desafios de todos os dias, com a alegria e a certeza  de estar a cumprir com denodo esta sua tão nobre missão.

Com admiração e respeito,

Mirna Cavalcanti.

Niterói, 14 de Junho de 2013

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: