Publicado por: mirnacavalcanti | 3 de julho de 2012

Dourado entardecer


“Mar, céu, na terra eu a olhar: suspirar, suspirar, suspirar. É poesia.Não se explica: sente-se e na alma fica.”

 

 

 

 

 

Ao entardecer, olhando para o poente, 

pus-me a pensar em anjos, crianças e miosótis…  

Comparei estes a pequeninas estrelas . 

 

Pensamentos  suaves tomaram conta de meu ser. 

Uma brisa  gentil   acariciava-me  a face   

e lindos e bons sonhos  pressenti …


Os pássaros  retornavam para seus ninhos

e seu último canto vespertino soava

soava  como coro  celestial.

 

Sentia-me em paz…  

e a Deus agradecia por mais esse dia …




Mirna Cavalcanti de Albuquerque.                                                               Rio de Janeiro, 02 de Julho de 2012.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: