Publicado por: mirnacavalcanti | 17 de setembro de 2011

Rima pobre, para um pobre Estado (*)


 

                                                                                                             

Vê-se, pela gravura (alie-se-a à poesia) - carece de 'descrição'(use-se simples imaginação).

Vê-se, pela gravura (alie-se-a à poesia) - carece de 'descrição'(use-se simplesmente, a imaginação).

 

Escândalos se sucedem.

Culpados são afastados

por tanto descalabro.


Causa espanto saber que ainda

lhes agradecem – e publicamente

os  serviços ao país  prestados

-pelos quais foram regiamente pagos.

E, para o cúmulo da desfaçatez,

nada devolvem aos cofres do Estado!


Além da corrupção, querem
dividir mais Estados da Federação.
– Há que ter mais cargos públicos
a distribuir para companheiros e alidos:
Sesmarias de politicos despreparados!

Reina em Pindorama a impunidade.

O povo?                                                                                                                                                                                                                                            Coitado! Mantém-se calado.

(*) Refiro-me ao Estado Brasileiro


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: