Publicado por: mirnacavalcanti | 17 de setembro de 2011

Brasil: conclama-se o povo!


 

"Depois da liberdade desaparecer, resta um país, mas já não há pátria."  Chateaubriand

"Depois da liberdade desaparecer, resta um país, mas já não há pátria." Chateaubriand

 

                                                                                               

INTRODUÇÂO

 

Amigos leitores,

 

Desde 2008 tenho escrito para diversos sites da internet. Um dos primeiros- e principal deles, foi o BRASILWIKI. Extrai-se de todas as minhas matérias – mesmo as que posto da autoria de outros, que meu foco é o povo, seus direitos, a ação dos representantes do Estado-seres e entes públicos contra os direitos deste mesmo povo.

 

Revelo minha indignidade ante os acontecimentos.  Indico o que penso a bem da verdade e principalmente à Luz da Justiça deveria ocorrer. Jamais preguei a violência, mas a PAZ.

 

Sei que tudo o que é humano tem falhas, por sua própria origem. No entanto, sei também a dor que sinto ao constatar todo o mal que ocorre aos meus semelhantes, causados não importa por quem.

 

Os homens públicos brasileiros- em sua maioria- representam a si mesmos, não ao povo- e seus atos são inqualificáveis para os cargos aos quais foram guindados por voto. Mentiras de toda a sorte são ditas, escritas, repetidas e publicadas sem a menor vergonha.

 

Nossos aposentados-principalmente os do RGPS (INSS), passam mesmo necessidades.  Foram ludibriados por este governo, o anterior e pelos que antecederam a esses.                                                                                                                  Políticos profissionais têm-se elegido e reelegido no país inteiro, por conta desses cidadãos, suas famílias, parentes e amigos. Prometeram mundos e fundos.  Após atingirem seus objetivos, ficam esses aposentados desiludidos, a passarem as mesmas- ou piores tribulações- e ainda, destituídos de esperança. Há bravos guerreiros, lutam por amor à causa e gratuitamente. São inúmeras as vezes que penso formarmos o Exército de Brancaleone.

 

Desde há muito tenho me dedicado com a devoção quase sacerdotal à causa dessas pessoas e, apesar de incontáveis trabalhos publicados em anais dos congressos vários dos quais tenho participado, sinto-me frustrada por pouco ou nada de positivo ter conseguido. Sigo porém, a acreditar no sonho de um país melhor. Sigo a escrever com fé.                                                                                                                                                                                                          

 

No entanto, sem a força e a vontade políticas, é impossível efetuar  as imprescindíveis transformações.

 

Passamos há muito do ápice do tolerável; atingimos o paroxismo do intolerável. E escândalos se sucedem praticados por pessoas que ocupam elevados cargos. São apenas afastados, levando consigo agradecimentos públicos  pelos serviços prestados…  e geralmente voltam para suas vidas privadas, não só usando em seus negócios as informações obtidas quando no cargo, como traficam influência.

 

Reina a impunidade.

 

Ouvem-se discursos vazios, mentiras que levam à descrença de  perspectivas positivas para um país justo, equânime.

 

Após escrever SAÚDE: há solução se há vontade política”, recebi de um amigo e aposentado, via e-mail o que hoje posto, por concordar com seu teor. Mesmo não estando assinado, alinha pensamentos, fatos verdadeiros noticiados pela mídia e, acima e além, expressa a indignação existente em cada criatura de bem deste país.

 

Sabe-se que corruptos e corruptores existem e existiram em todas as épocas e em todos os países. Seus atos, com o transcorrer do tempo, originaram não só a queda de civilizações, como as revoluções mais sangrentas da História.                                                                                                                                                                                                                             Receio que possa vir a ocorrer o mesmo no Brasil, mesmo com a índole boa e de paz de nosso povo, pois para tudo há limites.

 

Não me recordo de época alguma na qual a corrupção tenha atingido tão surreais patamares.

 

Não esperemos que tais modificações sejam efetuadas por políticos carreiristas. São os maiores sanguessugas das burras do Estado. Representam não o povo, mas a si mesmos e seus interesses mesquinhos e escusos.

 

Amigos leitores,                                                                                                    

 

se estiverem de acordo com o que lerem, indiquem esta mat[eria, informem aos que conhecem, para que chegue ao conhecimento do maior número possível de pessoas.

 

Que o povo brasileiro alevante sua voz na paz, independentemente de partidos, pois o que está em risco aqui, é sua própria identidade nacional: o povo brasileiro, sem divisões quaisquer que sejam.

 

“Democracia é o governo do povo, pelo povo e para o povo”, ensinou-nos Abraham Lincoln.

 

Este povo pode fazer as mudanças.

 

 Mirna Cavalcanti de Albuquerque

 

Rio de Janeiro, 16 de Agosto de 2011

 

 

 

E-mail que recebi

 

 

 

É…Parece que o povo está acordando… E …o clima lembra o período que antecedeu à  a Revolução Francesa.

 

O terceiro estado (povo) clama por justiça.

 

Só Deus poderá nos ajudar a evitar um agravamento da questão politico-social.

 

Um milhão de pessoas na Avenida Paulista pela demissão de toda a classe política (ainda sem data marcada)

 

Este e-mail vai circular hoje e será lido por centenas de milhares de pessoas. A guerra contra o mau político, e contra a degradação da nação está começando. Não subestimem o povo que começa a ter conhecimento do que nos têm acontecido, do porquê de chegar ao ponto de ter de cortar na comida dos próprios filhos! Estamos de olhos bem abertos e dispostos a fazer tudo o que for preciso, para mudar o rumo deste abuso.

 

Todos os ”governantes” do Brasil até aqui, falam em cortes de despesas – mas não dizem quais despesas – mas, querem o aumentos de impostos como se não fôssemos o campeão mundial em impostos.

 

Nenhum governante fala em:

 

1. Reduzir as mordomias (gabinetes, secretárias, adjuntos, assessores, suportes burocráticos respectivos, carros, motoristas, 14º e 15º salários etc.) dos poderes da República;

 

2. Redução do número de deputados da Câmara Federal, e seus gabinetes, profissionalizando-os como nos países sérios. Acabar com as mordomias na Câmara, Senado e Ministérios, como almoços opíparos, com digestivos e outras libações, tudo à custa do povo;

 

3. Acabar com centenas de Institutos Públicos e Fundações Públicas que não servem para nada e, têm funcionários e administradores com 2º e 3º emprego;

 

 4. Acabar com as empresas Municipais, com Administradores a auferir milhares de reais/mês e que não servem para nada, antes, acumulam funções nos municípios, para aumentarem o bolo salarial respectivo.

 

5. Acabar com o Senado e com as Câmara Estaduais, que só servem aos seus membros e aos seus familiares. O que é que faz mesmo uma Assembleia Legislativa (Câmara Estadual)?

 

 6. Por exemplo as empresas de estacionamento não são verificadas porquê? E os aparelhos não são verificados porquê? É como um táxi, se uns têm de cumprir porque não cumprem os outros? E como não são verificados como podem ser auditados?

 

7. Redução drástica das Câmaras Municipais e das Assembléias Estaduais, se não for possível acabar com elas.

 

8. Acabar com o Financiamento aos partidos, que devem viver da quotização dos seus associados e da imaginação que aos outros exigem, para conseguirem verbas para as suas atividades; Aliás, 2 partidos apenas como os EUA e outros países adiantados, seria mais que suficiente.

 

9. Acabar com a distribuição de carros a Presidentes, Assessores, etc.., das Câmaras, Juntas, etc., que se deslocam em digressões particulares pelo País;

 

10. Acabar com os motoristas particulares 24 h/dia, com o agravamento das horas extraordinárias…. para servir suas excelências, filhos e famílias e até, as ex-famílias…

 

11. Acabar com a renovação sistemática de frotas de carros do Estado;

 

12. Colocar chapas de identificação em todos os carros do Estado. Não permitir de modo algum que carros oficiais façam serviço particular tal como levar e trazer familiares e filhos, às escolas, ir ao mercado a compras, etc.;

 

13. Acabar com o vaivém semanal dos deputados e respectivas estadias em  em hotéis de cinco estrelas pagos pelos contribuintes;

 

 14. Controlar o pessoal da Função Pública (todos os funcionários pagos por nós que nunca estão no local de trabalho). HÁ QUADROS (diretores gerais e outros) QUE, EM VEZ DE ESTAREM NO SERVIÇO PÚBLICO, PASSAM O TEMPO NOS SEUS ESCRITÓRIOS DE CONSULTORIAS A CUIDAR DOS SEUS INTERESSES….;

 

15. Acabar com as administrações numerosíssimas de hospitais públicos que servem para garantir aos apadrinhados do poder – há hospitais de cidades com mais administradores que pessoal administrativo… pertencentes Às oligarquias locais do partido no poder…

 

16. Acabar com os milhares de pareceres jurídicos, caríssimos, pagos sempre aos mesmos escritórios que têm canais de comunicação fáceis com o Governo, no âmbito de um tráfico de influências que há que criminalizar, autuar, julgar e condenar;

 

17. Acabar com as várias aposentadorias por pessoa, de entre o pessoal do Estado e entidades privadas, que passaram fugazmente pelo LEGISLATIVO.

 

18. Pedir o pagamento da devolução dos milhões dos empréstimos compulsórios confiscados dos contribuintes, e pagamento IMEDIATO DOS PRECATÓRIOS judiciais;

 

19. Criminalizar, imediatamente, o enriquecimento ilícito, perseguindo, confiscando e punindo os ladrões que fizeram fortunas e adquiriram patrimônios de forma indevida e à custa do contribuinte, manipulando e aumentando preços de empreitadas públicas, desviando dinheiros segundo esquemas pretensamente “legais”, sem controle, e vivendo à tripa forra à custa dos dinheiros que deveriam servir para o progresso do país e para a assistência aos que efetivamente dela precisam;

 

20. Não deixar um único malfeitor de colarinho branco impune, fazendo com que paguem efetivamente pelos seus crimes, adaptando o nosso sistema de justiça a padrões civilizados, onde as escutas VALEM e os crimes não prescrevem com leis à pressa, feitas à medida;

 

 

 

21. Impedir os que foram ministros de virem a ser gestores de empresas que tenham beneficiado de fundos públicos ou de adjudicações decididas pelos ditos.

 

22. Fazer um levantamento geral e minucioso de todos os que ocuparam cargos políticos, central e local, de forma a saber qual o seu patrimônio antes e depois.

 

23. Pôr os Bancos pagando impostos e, atendendo a todos nos horários do comércio e da indústria.

 

24. Proibir repasses de verbas para todas e quaisquer ONGs.

 

25. Fazer uma devassa nas contas do MST e similares, bem como no PT e demais partidos políticos.

 

26.REVER imediatamente a situação dos Aposentados Federais, Estaduais e Municipais, que precisam muito mais que estes que vivem às custas dos brasileilros trabalhadores e, dos Próprios Aposentados do (RGPS- entre outros).

 

27. REVER as indenizações milionárias pagas indevidamente aos “perseguidos políticos” (guerrilheiros).

 

28. AUDITORIA sobre o perdão de dívidas que o Brasil concedeu a outros países.

 

29. Acabar com as mordomias  (que são abusivas) da aposentadoria do Presidente da Republica, após um mandato. Nós temos que trabalhar 35 anos e não temos direito a carro, combustivel, segurança ,etc.

 

30. Acabar com o direito do prisioneiro receber mais do que o salario mínimo por filho menor e, se ele morrer, ainda fica esse beneficio para a família.  O prisioneiro deve trabalhar para receber algum benefício, e deveria indenizar a família que ele prejudicou.

 

31. Rever verbas para UNE e outras entidades estudantis que, atualmente, só aplaudem o governo.

 

32. Acabar com genocídio aplicado pelo governo aos aposentados e pensionistas do RGPS/Urbano que é superavitário, repondo as perdas dos benefícios dos aposentados e pensionistas, que passam de 50%.33. Exigir que a Câmara de Deputados, coloque em votação os Projetos Legislativos 01/07, 3299/08 e 4434/08, aprovados por unanimidade pelo Senado Federal e obstado pela Presidência da República, para que não sejam votados pela Câmara.

 

Ao “povo”, pede-se o reencaminhamento deste e-mail.

 

Se tiver mais algum item, favor acrescentar

 

Eu, Mirna Cavalcanti de Albuquerque, acrescento:

 

33 – Estatizar a SAÚDE.                                                                                                Para tanto, necessário se faz sejam os hospitais reformados e  aparelhados com equipamentos adequados para os fins aos quais se destinam.

 

33.1 – Médicos sejam os melhores em suas áreas e os demais  treinados para todos os tipos de atendimentos – percebendo cada um, para tanto, salário condigno à função a ser desempenhada.

 

33.2 – Atendimento completo técnico e humano a todos os pacientes, independentemente de qualquer diferenciação, fazendo valer o Princípio da Igualdade inserto em nossa Constituição;

 

34 – Auxiliares de Enfermagem – quando necessário, sejam mantidos às expensas do Estado, nas  residências dos doentes que vivam sós,  quando estes não tenham condições de sair de casa por seus próprios meios, devido a doenças que estejam sofrendo.

 

NOTA: há muito mais a acrescer e estruturar. Será feito  em outro momento.

 

Mirna Cavalcanti de Albuquerque.

 

Rio de Janeiro,16 de Setembro de 2011

     


Responses

  1. Acho que alguns ítens carecem de revisão. Enquanto estudo melhor estou repassando.

    • Olá, amigo Guara – concordo contigo. Por isso que deixei em aberto – e também quem escreveu o deixou para que todos tivessem oportunidade de escrever suas opiniões.

      Sei que soa a utopia o que está consignado no artigo , mas de ‘utopia’, passa-se a ‘sonho’ e deste, à realidade,
      Se pensarmos – veremos que a maioria das ações humanas, quando de grande envergadura, são provenientes de sonhos.

      Assim que estudares, junta-te a nós.
      Mutio grata.

      Excelente noite p/ ti.

      Fraternal abraço,
      Mirna.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: