Publicado por: mirnacavalcanti | 31 de maio de 2011

Sarney recua e mantém imagem de impeachment de Collor no Senado


 

 

 

 

 

                                                                                                                                 

Sarney classificou ontem movimento pelo impeachment de "acidente", mas recuou após repercussão negativa

Sarney classificou ontem movimento pelo impeachment de "acidente", mas recuou após repercussão negativa

 

Amigos leitores,

 Há anos estamos a vivenciar acontecimentos surreais e vergonhosos neste país. Sempre que posso e considero importante, tenho me pronunciado como cidadã sobre os mesmos. Referentemente a José Ribamar Ferreira de Araújo Costa, mais conhecido como José Sarney, e por mim considerado por seus agires como Senhor Feudal do Maranhão, Amapá e Aderredores escrevi uma série de artigos que revelam a postura nada ética do ainda senador, que por outro lado, é dotado de inegável talento histriônico.

Não entendo – nem posso entender como foi reconduzido à presidência do Senado da República após todos os escândalos que geraram uma série de representações contra o ele. Não entendo – tampouco posso aceitar que as referidas representações, foram rechaçadas e engavetadas de plano pelo então presidente da Comissão de Ética do Senado, Paulo Duque, que, sem ética alguma – não a que conhecem as pessoas de bem, pois (sic) não via indícios quaisquer que fossem para aceitá-las – se isso tivesse feito, teriam que ser submetidas ao plenário.

Referentemente ao ex-líder estudantil mencionado na matéria, que se posta sempre ao lado dos que pensa irão vencer, faz declarações sem supedâneo algum na realidade histórica. (*)                                                                                                                                          Este tipo de comportamento não se coaduna com o de um verdadeiro político, mas com o de um politiqueiro: bajulador– como é a maioria.

 Deixo ao critério dos senhores, meus amigos, a conclusão, após a leitura desta matéria.

 (*) Realidade histórica é o que efetivamente aconteceu, suas origens e repercussão – e não o que muitos como ele, erroneamente imaginam.

(**) Fernando Collor tinha tudo para ser um grande estadista. Fez coisas boas – não nego-nem poderia fazê-lo. Lamento pelo impeachment – mas foi necessário. Todavia, se compararmos sua gestão com a do último presidente, tampouco se pode intender a razão pela qual Lula não sofreu o mesmo processo – motivos e provas não faltaram.

Rio de Janeiro, 31 de Maio de 2011

Mirna Cavalcanti de Albuquerque.

 

O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), recuou nesta terça-feira (31) da decisão de excluir o impeachment do ex-presidente Fernando Collor de Mello (PTB-AL) do corredor “túnel do tempo” da Casa painéis com imagens que contam os principais fatos históricos da instituição. Sarney chegou a classificar ontem o impeachment de “acidente”, mas recuou um dia depois diante da repercussão negativa da retirada. Em vídeo postado no blog do Senado, Sarney afirma que não era o curador da exposição de fotos que integram os painéis, por isso não foi sua responsabilidade excluir o impeachment do local. A galeria, com 16 painéis, fica em um corredor entre os gabinetes dos senadores e o plenário. É um dos lugares mais visitados da Casa. O espaço passou por reforma, sem custos, segundo a Secretaria de Comunicação do Senado. Em 2007, às vésperas da posse de Collor no Senado, a Casa já havia retirado as referências ao caso, mas recuou e algumas imagens acabaram inseridas no túnel do tempo. O painel que retrata a gestão Collor mostra, por exemplo, a aprovação de projetos como o tratamento gratuito de HIV e o “Estatuto das Micro e Pequenas Empresas“. (**) Collor renunciou momentos antes do Senado decidir pelo impeachment, em 1992. Mesmo assim, os senadores aprovaram a perda do cargo. Lula Marques/Folhapress Sarney classificou ontem movimento pelo impeachment de “acidente”, mas recuou após repercussão negativa Em nota, a Secretaria de Comunicação do Senado disse que a ideia dos painéis era “a partir da Constituição de 1988 destacar os fatos marcantes da atividade legislativa“, com “foco na produção legislativa do Congresso Nacional”.

 

REAÇÃO

 

Líder estudantil e do movimento dos caras pintadas, o hoje senador Lindberg Farias (PT-RJ) rebateu as declarações de Sarney. O petista disse que o fato é uma “página da história que orgulha” os brasileiros. “É um erro tremendo. Não se apaga as páginas da história. É um erro do presidente Sarney, um grande equívoco”, disse Lindberg.                                                                                            Sarney classificou ontem o impeachment de “acidente” logo após a reinauguração da galeria de imagens do Senado, que conta a história da instituição desde o Império até os dias atuais –mas excluiu as fotos que faziam referencia à aprovação do processo de impeachment de Collor na Casa. Lindberg saiu em defesa da importância histórica do impeachment para o fortalecimento da democracia no país. “Na história recente do país, o impeachment foi um dos maiores movimentos de mobilização social da nossa história, então, não é acidente. É uma página da historia que muito nos orgulha.” Sarney disse que o episódio talvez “seja apenas um acidente e não devia ter acontecido na história do Brasil”. “Não é tão marcante como foram os fatos que aqui estão contados que construíram a história e não os que, de certo modo, não deviam ter acontecido”, disse o presidente do Senado.

Procurado pela Folha, o ex-presidente Collor não quis comentar a polêmica sobre a retirada do painel.                                GABRIELA GUERREIRO                                                                                                                                                                                                     MÁRCIO FALCÃO

 

http://www1.folha.uol.com.br/poder/923286-sarney-recua-e-mantem-imagem-de-impeachment-de-collor-no-senado.shtml

http://direitossociaisnegados.blogspot.com/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: