Publicado por: mirnacavalcanti | 31 de janeiro de 2011

Mirna Cavalcanti escreve abertamente para a Presidenta Dilma Rousseff


 

                                                                 

Hoje me pronuncio, após certo tempo em silêncio sobre o assunto, pois que decepcionada com a atuação desses governos-principalmente com o de Lula – que clamava a favor da classe dos trabalhadores e aposentados sob o REGIME GERAL da PREVIDÊNCIA SOCIAL – RGPS – em seus comícios TODOS, nas vezes TODAS em que se candidatou. Diga-se: não só CLAMAVA: PROMETERA reiteradas vezes que uma de suas primeiras ações seria a de propor a queda do famigerado FATOR PREVIDENCIÁRIO.

Ao prometer, criticava fortemente – e com razão – seu antecessor: o presidente scholar: FFHHCC.                                                Ressalto, para os que ignoram: inúmeros foram os artigos por mim redigidos criticando as ações do referido presidente: seja na edição de número absurdo e inconstitucional de Medidas Provisórias, seja na atuação referente às vendas das estatais, ou ainda – e principalmente na Reforma Previdenciária, na qual introduziu, juntamente com o então ministro Reinhold Stephanes aquele malsinado FATOR, tendo como sustentáculo não só a manipulação de dados que não correspondiam à realidade, como usando de forma maniqueísta a Ciência Matemática e em benefício exclusivo de seu (des)governo-malgrado o que possam dizer seus fiéis seguidores (por ignorarem a verdade).

 

Mais que farta de ações deletérias, de mentiras, de promessas não cumpridas, votei naquele que então aparecia perante a Nação (entenda-se povo) como o Salvador da Pátria, pois então nos fazia crer que realmente estava também indignado e que governaria para o povo (seu talento histriônico é inquestionável).                                                                                                                  Meu voto foi consciente, objetivo, confiante. Aliás: não só depositei meu voto em Lula daquela feita, como muitos mais votos para ele obtive através das minhas diversas condições: advogada, professora, membro efetivo do IAB, amizades, conhecidos, etc.                                                                                                                                                                                                                                                   Ter ele vencido as eleições,  deu-me esperanças. Fez-me feliz, pois pensava que agiria consoante suas palavras – nas quais credulamente acreditara.

Outrossim, são notórios sua inteligência e carisma.                                                                                                                                                Todavia, lamento escrever: desconhecia seu lado LILITH (*). 

Não procede aqui descrevê-lo, por ser de conhecimento de todos. Penso que pessoa alguma há (de inteligência normal e informada corretamente), que possa negar ter visto a ponta do iceberg, tantos e sucessivos foram os escândalos que ocorreram já nos primeiros meses de seu governo. Escândalos esses que ele, com a candura de uma criança (desculpem-me, mas não pude fugir à ironia), imaginara  puerilmente  que em negando, estaria a fazer-nos crer de fato, ignorar tudo o que estava a ocorrer na Casa Civil e aderredores.

Segundo os PRINCÍPIOS que devem reger toda a criatura de bem, quem promete, tem o dever de cumprir.                            Da mesma forma, quem critica, tem a obrigação de fazer melhor, sob pena de cair em descrédito, mormente quando se trata de um Chefe de Estado e Governo, como era en tão,  o caso de Lula.

Lamento escrever :  não foi o que ocorreu. Mordido pela mosca azul, com um plano urdido há muito de perpetuar-se (melhor: perpetuar seu partido no Poder), não só prosseguiu com alguns programas sociais do governo que havia sucedido (batizando-os coom outros nomes , como ainda os ampliou: TORNOU-SE PRIMACIALMENTE UM ASSISTENCIALISTA, chegando a exorbitar o conceito correto do que seja a Assistência Social.                                                                                                                                                                                                                  E A QUE CUSTO!

Por outro lado, praticamente ignorou a existência do Itamarati, com seus embaixadores e cônsules, cujas funções existem para atuar nos assuntos internacionais em diversas áreas. Viajou Mundo afora em avião cujo valor é incompatível com a realidade brasileira levando a tiracolo seu chanceler, Celso Amorim.                                                                                                              Além de não terem obtido o êxito pretendido, fez o governo passar o Brasil vergonha frente ao Concerto das Nações.

Durante seu primeiro mandato, enquanto cruzava os ares da Terra, escândalos e mais escândalos espocavam quase todos os dias e repetia ele que (sic) tudo desconhecia, que seria apurado – que não cabia a ele, presidente fazer averiguações, mas à Polícia Federal…                                                                                                                                                                                                                            No entanto, suas declarações tornaram-se enfadonhas e desacreditadas, pois não tinham como supedâneo a verdade.           Ademais, desprovidas de toda e qualquer beleza, nem mesmo poderiam ser comparadas, pela repetição em demasia, ao belo som  do Canto Chão Gregoriano.                                                                                                                                                                                       

 as promessas feitas para os aposentados? Do todo prometido pouco ou coisa alguma fez. As desculpas descabidas se acumulavam em  detalhes técnicos improcedentes.                                                                                                                          A falta de dinheiro era a principal.

Ao reverso, para os membros dos Poderes – as burras do Estado sempre comportavam aumentos abusivos. Assim como para perdoar dívidas e fazer doações. Para aqueles, por necessitar da maioria de seus membros para governar. Para essas – com o fito de vir a ser considerado o Benemérito do Mundo e quem sabe, talvez mesmo vir a ser nomeado como representante do Brasil em algum Organismo internacional.

O que é também de extrema gravidade e complementa o asserido supra: para obter o acima referido, teve Lula SEMPRE a maioria dos votos do Congresso da República.

Tendo em vista a situação toda, na qual a Nação e o Estado Brasileiros mergulharam profundamente em iniqüidades várias, tomei a única atitude coerente e indicada: não votei em Lula quando concorreu para o segundo mandato. E, por via de conseqüência, tampouco em sua candidata (por motivos todos sabidos: principalmente por afirmar que(sic) continuaria a governar como o presidente, se eleita fosse ).

Todavia, conseguiu ele elegê-la, após os  oito anos, nos quais transformou este nosso país em surreal  território.

Imprescindível é, no entanto, afirmar: não ter votado em Dilma, não quer dizer que, para o bem do país e de seus governados, não lhe deseje faça um bom governo.                                            
Ao contrário: rogo a Deus que a ilumine e a faça agir não só como presidenta como – e principalmente, estadista.                                                                                                                                                                                                                                       Que ela venha a pensar nas próximas gerações (**) no futuro, no Brasil que deixará para seu neto,  e para todos os que vierem cá ter após nossa partida.

Errar, todos erramos. Na maioria das vezes, pensando estarmos certos.  Não a julgo nem tenho como fazê-lo. Não a condeno agora por seu passado. O que escrevi antes das eleições, mantenho, por coerência comigo mesma. Cada um de nós é responsável por seus atos: certos ou não. Dilma venceu as eleições. Portanto, há que olharmos em direção ao futuro e prepararmos a terra para as próximas sementes que nela serão plantadas, germinarão e crescerão.

A Presidenta Dilma deve preparar essa terra. Ela Pode. É só querer.

Se tal ocorrer, se entre tantas outras necessidades prementes (como as Reformas todas, principalmente a Política), tratar os aposentados com a dignidade que eles merecem, cumprindo a palavra dada não só por seu antecessor, como as escritas em seu Discurso de Posse, terá a Presidenta Dilma Rousseff todo o meu apoio e mesmo, admiração.

Não só meus. como a de milhões de aposentados que estão à míngua, pedindosuplicando mesmo, o que lhes é de direito, pois para receber os benefícios- raiando a miserabilidade que hoje percebem, trabalharam e contribuíram durante toda sua vida ativa!

E mais: coloco-me com prazer à disposição desta nossa Presidenta, para trabalhar e auxiliar seu governo nesta árdua tarefa, pois aí poderia realizar o sonho de toda uma vida: ver a Justiça – FINALMENTE ser feita para aqueles que a ela têm Direito.                                                                                                                                                                 Tenho acompanhado suas falas. Parece-me sincera e movida por uma vontade férrea. Agrada-me ouví-la assim expressar-se.

Apesar de estar há muitíssimos anos sempre na defesa gratuita das Leis Justas, estou cônscia de que há que ter-se força política para efetuar as imprescindíveis mudanças.  Eu, por não pertencer a partido qualquer que seja, dela careço. Dilma Roussef a detém.

Senhora Presidenta: peço-lhe em meu nome e no de todo esse nosso povo tão sofrido: leia, pense e aja.     Tem demonstrado ser mulher determinada e corajosa, mesmo no período no qual esteve doente.Desejo-lhe que tenha sempre a proteção Divina a dar-lhe orientação e saúde.

Se Vossa Excelência agir consoante o justo, entrará para a História de nosso país e nela permanecerá não só como a primeira mulher a assomar à Presidência da República, mas ainda  como a mulher, a Presidenta que teve a coragem de fazer o que homem algum antes fizera.

Este,  Senhora Presidenta, será o maior e mais nobre legado, por gloriosamente humano, que deixará para a posteridade.
(*) Representa LILITH  ou a  Lua Negra, o lado obscuro de nossa personalidade

Rio de Janeiro, 31 de Janeiro, de 2011.

Mirna Cavalcanti de Albuquerque
 OAB/RJ 004762

(*) Um político só passa a ser um Estadista, quando deixa de pensar nas Próximas Eleições, e passa a pensar nas próximas Gerações."  Sir Winston Churchill

(*) Um político só passa a ser um Estadista, quando deixa de pensar nas Próximas Eleições, e passa a pensar nas próximas Gerações." Sir Winston Churchill


Responses

  1. Parabens Mirna !

    Gostaria de ve-la trabalhar ao lado da Dilma sim. Porque não? Amiga: Trabalhei durante anos na Confederação Nacional do Comércio (setor de transportes).Digo-lhe com pura sinceridade que é uma entidade altamente política,haja visto, que na maioria de seus presidentes foram políticos. Tive um diretor “eleito pela CNC,(manda pra dedéu) de nome Rubens Moreira Leite,e tambem ex-presidente do Senac aí em Niteroi que sempre me dizia políticamente falando:QUANDO O INIMIGO É FORTE,DA-SE UM JEITO DE PASSARMOS PARA O LADO DELE ! era a maneira na época de preservarmos o nosso emprego ou trabalho como queira !.Entendo e parabenizo-a pela atitude tomada.Se formos contra Dilma,menos ainda, consequiremos as nossas perdas devolvidas. Por isso,parabens pela sabedoria “POLÍTICA” !.

    Um abraço do Anderley.

  2. Mudando de um polo ao outro,Bem que poderia-se montar um jornal, (Jornal do Aposentado) a nível nacional para alem de ganharmos dinheiro,mantermos os aposentados que estão desgarrados do nosso bando,informados. Aqueeeles… que ficam jogando baralho nas praças.Se tivesse grana,montaria, e lhe chamava para dirigi-lo sendo minha redatora chefe !. Será que é possível?

    Um abraço.
    Anderley

  3. […] URL:: https://mirnacavalcanti.wordpress.com […]

  4. Prezada Dra. Mirna Cavalcanti, a ideia do jornal mensal do aposentado é muito bôa e poderia ser implementada conseguindo-se o suporte financeiro atravez de patrocinio com publicidade de algumas empresas em contra partida e fixando-se o preço de venda bem acessivel para cada aposentado que receberiam seu exemplar em sua residencia, mediante assinatura anual Outra alternativa mais imediata seria a criação de um blog na internet para convocar todos os aposentados e seus parentes todos e seus amigos internautas e Jornalistas,para formar um bloco coeso ,gerando a força poderosa com o objetivo comum de expurgar todos os politicos demagogos e corruptos que reneguem os devidos direitos dos aposentados, principalmente aqueles que aumentaram em 65% os seus proprios salarios e só concederam aos trabalhadores a esmola de 5% de aumento, enquanto seus colegas enchem as cuecas ,e meias e bolsas de dolares e reais. O POVO TEM A FORÇA DAS PALAVRAS,E DO VOTO E SÓ PRECISA SE UNIR , DENUNCIAR, DIARIAMENTE, NA INTERNET AS FALCATRUAS DOS MAUS POLITICOS E GOVERNANTES E EXIGIR O SEU DIREITO CONSTITUCIONAL. adolf.

  5. Dra. Mirna Cavalcante, venho acompanhando ate entao no anonimato seus posts. Venho aqui expressar a minha admiracao quanto a sua mente iluminada e privilegiada na inteligencia. Sou uma cidada comum da regiao do Para, mas que atualmente encontro-me na America. Quero dizer que na sua carta para a nossa Predisente Dilma , voce mais uma vez foi muito feliz em sua colocacao e tudo o que eu sempre pensei.
    Continuarei acompanhando seus trabalhos .
    Parabens!!
    Com Admiracao e respeito.
    Maria Lima

    • Maria, boa tarde!

      Havia escrito uma longa resposta, mas ‘perdi-a’ e agora não tenho tempo de reescrevê-la. Tentarei fazê-lo mais tarde.

      Fiquei feliz em ler teu comentário e agradeço tuas gentis palavras.

      Abaixo copio o site para o qual iniciei a escrever (agora está meio’desativado’), mas contém quase tudo do que tenho escrito desde 2008. Assim, se estiveres interessada, poderás acessá-lo.

      Um fraternal e carinhoso abraço,

      Mirna.
      http://www.brasilwiki.com.br/noticiasuser.php?id_usuario=1061

  6. Depois de muito tempo ausente, cumprimento novamente Dra. Mirna. Nesse meio tempo tive uma leucemia a qual acho estar curado e uma cirurgia em um olho que ainda está a me dar “aguá prás barbas”. Li seu artigo,mas infelizmente nada do que a Senhora esperava ocorreu. Continuamos a amargar as correções irrisórias de nossas aposentadorias; alegam falta de dinheiro enquanto espoucam escândalos diários.O Nine fingers agora milionário além de um grande mentiroso e traidor da classe trabalhadora, rouba descaradamente o dinheiro público e não vem a público dar esplicações das acusações que pesam sobre êle e sua amante. Levando dinheiro para fora, na África para comprar os malditos diamantes de sangue e lavá-los cândidamente em outros paízes,conforme apurou a PF. E o “Julgamento da história”? Ontem, 01/04/2013 o STF deveria publicar o acórdão para que prossiga o julgamento da ação 470( Vulgo Mensalão) e o próprio decano daquela corte não entregou seu trabalho!!!!!! STF cheio de ministros com ações e posições duvidosas. Contrárias ao interesse da Nação, como ficou sobejamente comprovado nas aparições televisivas de determinados(as) Ministros(as). Tudo continua como antes, no quartel de Abrantes! O velho e depenado Fidel Castro dando as cartas na América Latina, e os pústulas vermelhos dando ouvidos a ele como se o Muro de Berlim não tivesse caído e a URSS não tivesse desmoronado. Aí vêm à São Paulo, reunem-se como Ali Babá e seus 40, e estabelecem um plano de “vermelhidão” que o povo não está nem um pouco interessado, mas eles sim, como projeto de poder; de continuismo, de venda de nossas empresas à preço de banana. Como dizia meu falecido cunhado: ” Todo mundo se transforma naquilo que mais condena”!, Tá aí! Tudo o que O Lulla e a Dillma pregaram contra estão fazendo e mais aprimorado. Inclusive, hoje, 02 de abril de 2013, vendendo empresas da nossa querida Petrobrás pela metade do preço a um amigo da “cumpanheira” Cristina; isto após ter entregue uma destiladora da Petrobrás ao amigo Morales( que quero ver se tem coragem de ir tratar seu problema respiratório com a Medicina de Cuba, igual seu irmão Chavez). Segui o mesmo caminho da Senhora, Dra. Mirna: votei a primeira vez no Lula, com a esperança do cumprimento de suas promessas. Não votei na segunda pelos mesmos motivos seus, e na sua candidata, pelos mesmos motivos. E aí está o resultado. Roubos, desvios, e IMPUNIDADE. Choro. Não fazem justiça. Apenas resolvem seus problemas de caixa arrebentando com o Brasil! Vou parar. Me alongo porque minha revolta é enorme. Querem instituir a CORRUPÇÃO como prática moral no Brasil. Quando se vê gente CONDENADA assumindo cargos de responssabilidade, o que se esperar de um país destes?? Desculpe-me o desabafo. Abraços, muita saúde e páz para a senhora.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: