Publicado por: mirnacavalcanti | 27 de junho de 2010

O Som da Voz do Amor


 

 

Ama, sempre ama! O Amor é o Sentido da Vida!
Ama, sempre ama! O Amor é o Sentido da Vida!

Os amantes são os mais felizes dos seres! Quando encontrares teu amor, junta-te para sempre a ele”

 

 

Ao término do dia aproxima-se a noite calmamente.
Ei-la fulgurante! Apresenta-se com a majestade da Lua
dourada e Cheia, e as estrelas cintilam quais irrequietos
pirilampos no azul-noite aveludado acima incrustadas…

Faz-se presente o silêncio. É hora da Sinfonia das Águas.
Netuno reina absoluto: eterno Senhor dos Mares…
Ergue-se sobranceiro, o incansável maestro
dessa orquestra que existe desde o Princípio de Tudo.
e inicia, ao seu sinal, o mais belo dos concertos.

Sob sua regência, o Coral das Nereidas, no mágico
instante, começa a cantar  as Canções dos Oceanos.
Só podem ouvi-las os que amam com intensa paixão
e o amor é de sua vida, a razão.

Ouço essas Canções enlevada. Conheço-as todas.
Repetem em modulações intrincadas e belas, teu nome…
Ouço o som de tua voz a chamar-me incessantemente
para ir ter contigo, atravessar o tempo e o espaço,
e juntos sonharmos e ao fazer amor, realizarmo-nos.

Ah! Como conheço essas canções…
são primevas e fazem parte de mim e de ti:
ligam nossas duas almas na Eternidade do Todo.

Levanto os olhos para o alto e as estrelas
refletem-se em meu olhar: principalmente o cintilar
azulado da tua: única em refulgir com tal beleza…

Fecha teus olhos, meu amor, e  sentirás em tua alma
meus sentires: presença etérea, mas real: minha alma
está dentro da tua: são uma agora, para Sempre unidas!

Assim, em teu Ser, adormecerei com um sorriso nos lábios,
ouvindo o som de tua voz doce e profunda a cantar
suavemente junto com as águas, A Canção do Amor.
Em teus braços, volto a ser menina. Sou a mais mimada
das mulheres ao ouvir-te ninar-me em tom sonhador
compassado com suaves carícias, meu amado trovador!

Anúncios

Responses

  1. Os amantes são os únicos que enxergam tábuas de salvação no mar revolto da Vida!! Pra eles, a desidratação do salitre não é mais marcante que o vôo das gaivotas.

    Aqueles que te trazem trovas são os que te levam as vogais que destoam dos desejos, e repõem os monossílabos surdos das noites, monossílabos roucos, monossílabos, apenas…

    Bjs em vc, Mirna!!

    Ebrael.

    • Bom dia, Ebrael !

      Lindo o que escreveste, por sensivel . Imagens fortes, mas, penso: duras e com certo desencanto.

      Confesso não ter captado o que realmente quiseste dizer ao afirmares: “Os amantes são os únicos que enxergam tábuas de salvação no mar revolto da Vida!!”… Explica-me, por favor!…

      Para mim, quando se está a amar, ocorre inexplicável magia e um transporte para dimensão outra em que, até mesmo o ‘mar revolto da vida’ deixa de existir.
      ‘Amar’ … é pouco.
      “AMAR” mesmo, com toda a intensa profundidade deste verbo tão mal empregado, pois por demais usado e abusado, conjugado pela maioria, simplesmente por dizer – sem sentir e sem saber – o que é realmente AMAR…

      AMAR, de verdade AMAR, ocorre somente para alguns poucos que os Destino resolveu brindar com a Taça da Felicidade.
      AMAR é grandioso e faz-nos verdadeiros titãs. Transforma a vida, colorindo-a com as cores dos sonhos em matizes que antes nossos olhos não podiam ver.
      AMAR é fazer do Sonho, Realidade. É não perder a individualidade , mas complementá-la, suplementá-la com a de outrém que, por sua vez, também em nós se enriquece. AMAR, para mim, é “possuir”, sem realmente “ter”. AMAR, é no outro diluir-se sem deixar de Ser…
      AMAR é dividir e somar dois seres em suas necessidades e qualidades, entender e normalmente aceitar as respectivas idiossincrasias…
      AMAR é “necessitar” do outro, como do pão e da água para viver e do ar para poder respirar: é alimento, é oxigênio, é vibração de todas as cordas da Lira da Alma, em uníssono com A Música da Esferas…

      Sei que é um sentimento romântico, fora de época, mas é assim que me sinto e penso com referência ao AMOR.

      Muitos ‘amores’ há. AMOR: O MAIOR DE TODOS, O QUE A TODOS SE SOBREPÕE é este o AMOR que busco – sempre na esperança de encontrá-lo, pois sinto que ocorrerá um dia…

      Um grande e carinhoso abraço,

      Mirna.

      PS – gostei do que escrevi e escreveste. penso em desenvolver o tema 🙂

      • Mirna,

        Meu coração já é calejado, talvez seja isso que talvez te passe a impressão de dureza e austeridade no que digo.

        Mas, AMOR pra mim não é só o êxtase da força que realiza tudo em nossa Vida, mas a própria REALIZAÇÃO acabada!! Amor só consigo ver delineado após a paixão ter se acalmado e os pingos estarem nos is.

        Posso te falar que estou amando muito agora. Sou capaz de tudo por ela?? Sou! Farei tudo?? Não!! Tudo posso, mas nem tudo me convém!! Como você disse, o Amor não pode nos tolher a unidade da individualidade essencial, senão nos escraviza!!

        Quando disse que “os amantes são os únicos que enxergam tábuas de salvação no mar revolto da Vida”, estava falando que eles são os únicos que vêem algo maior à sua frente, no Tempo, que REALMENTE justifique qualquer sacrifício. Todos os outros motivos dos sacrifícios que fazemos, exceto o AMOR, são causa de desespero e loucura.

        Adoro sempre o que escreves, embora não consiga estar aqui sempre!

        Bjs de seu fã e admirador,

        Ebrael.

      • Boa noite, Ebrael!

        Acabo de escrever e postar sobre o “AMOR”, colocando tua frase como citação.
        Fico feliz em saber que estás amando. Que este amor seja sempre motivo de felicidade para ti. Nada na vida é mais importante do que ‘amar’.

        Quanto a ser meu ‘fã’, também eu aprecio muito o que escreves. Revelas sensibilidade e inteligência aguçadas aliadas à uma grande maturidade sobre os assuntos que discorres.

        Carinhosamente,
        Mirna.

  2. Linda poesia. Encantadora como tudo que você faz. Alma transbordante de amor e romantismo. Parabéns amiga por enxergar com o coração as coisas lindas que existem lá em cima, bem acima mesmo e traduzi-las em forma de amor. Deus a conserve sempre essa criança bonita e delicada!

    • Querida Yêda Carmo,
      boa noite!

      Este ano pouco tenho escrito aqui – assim, só agora li esta tua tão bela mensagem, pela qual agradeço do fundo do meu coração…
      Obrigada, minha amiga, por teus carinho e delicadeza.

      Que Deus a ti também guarde, assim como aos teus.

      Um grande e carinhoso abraço!
      Mirna.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: