Publicado por: mirnacavalcanti | 17 de junho de 2010

A Lua em Firenze… e Eu


 
 LINDA, PRATEADA LUA, no CÉU refletes do Sol, o brilho e tua mudez faz-me calada. És a única a ver-me feliz nas  solitárias madrugadas em silentes e prazerosas caminhadas.                                   

Ouves o som de meu passar  por sobre as folhas  secas caídas nas calçadas antigas , a seguir o ritmo dos sentimentos, dos sonhos, dos pensamentos , em devaneios e anseios vívidos em oníricas mas magnificamente reais, consistentes mesmo, e sensoriais e tangentes  vivências de dimensões por muitos ignoradas.

 Meu presente é escrever sobre tudo isso que vivi e vivo agora – e certamente ainda com maior força e intensidade:  o que me toca a alma e faz meu Ser crescer, enriquecer-se  e viver intensa e profundamente o amor, em feliz harmonia com os que a mim se assemelham  por afinidades existentes entre espíritos, físicos, mentes, qualidades e ideais.                                                                            

Escrever com o objetivo de revelar meus segredos e mostrar-lhes as verdades  e as probabilidades todas que se espraiam à frente dos que são felizes em ter a sensibilidade a fluir-lhes do etéro para o físico, latejando em cada célula de seus corpos as vibrações constantes do prazer de viver.

Penso o quão triste é a sina de todos os que, de almas menores e doentes,  jamais poderão nem perto chegar de toda a grandiosidade de Ser… Quanto lamento por sua mesquinhez …

Estamos todos cingidos pelo Tempo: são incomensuráveis as aspirações das criaturas que Deus ilumina e tão poucos os anos que aqui ficamos…   Temos consciência de ser curta a Existência. Sejamos, pois, da Bondade, a essência…  e o Bem, pratiquemos sempre irmanado à Solidariedade, em Entendimento e Paciência.

Lua! Lua prateada! Admiro-te na Eternidade à qual estás  entronizada, feito gema preciosa e argêntea no lápis lazuli da noite engastada, como o azul-egípcio dos templos perdidos no tempo

Ao ver-te em tua máxima beleza, esqueço-me de pensar… Profundamente sinto alegria imensa de poder admirar-te assim tão intensa, a refulgir dominante, a iluminar-me o olhar.               

Tua fria claridade reflete-se sobre as pedras orvalhadas das velhas e históricas ruas pelas quais meus passos errantes me conduzem. Encontro a memória da felicidade de fugazes instantes que continuam redivivos em minh’alma, nesta Terra, curiosa, efêmera visitante.

De repente, inicia a soprar persistente o vento inclemente: gosto de sentir no rosto seu frio cortante. Lembra-me do meu Rincão, o Minuano. A saudade faz do passado, presente, e teimosas lágrimas pela face, suavemente  deslizam quentes como pequenos rios  correntes…  Chegam-me aos lábios e sinto-lhes o salgado gosto: assemelham-se antagonicamente, ao profundo e melancólico fluir das águas já frias de Agosto: prenúncio do adeus do Verão uma vez mais, pois está a aproximar-se o Outono, e o calor far-se-á do Hemisfério Norte desta Terra, ausente.

Negras nuvens cobrem teu fulgor, enciumadas de tua  beleza, talvez… Ficam à tua frente:  formam pesada, densa cortina, para impedir-me de ver-te  e, para descerrá-la, sou impotente. 

Escurece-se  a noite . Escapa ao meu olhar tua fria ,  sensorial claridade…

                                                                                                                                   

Ficará  na lembrança a saudade de ter-te visto nua, Lua… nua na rua… em Firenze , Itália:  abençoado solo de meus antepassados, os  Di Cavalcanti.

eu

“A Lua nua, em todo seu esplendor, faz os poetas mais ainda pensar  em Amor”


Responses

  1. Lindo Poema!!!

  2. LIndo!!! “Penso o quão triste é a sina de todos os que, de almas menores e doentes, jamais poderão nem perto chegar de toda a grandiosidade de Ser… “

  3. Muito lindo! Não há quem deixe de ficar sensível com a beleza das suas palavras! Obrigado.

    Anderley.

  4. Carissima Mirna …lindo expressivo e doce canto a Lua… que com seu brilho tocou teu coração… entoando esta linda homenagem…e nos te agradecemos por tocar tambem o de todos que leram estas palavras ditadas pelo teu coração …GRAZIE DI CUORE …@nn@


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: