Publicado por: mirnacavalcanti | 6 de janeiro de 2010

O que estamos deixando fazer com nosso pais?


O que estamos deixando que façam ao Brasil?
Por mirna cavalcanti de albuquerque 05/01/2010 às 14:08

Versa sobre o ‘Caso Arruda’ e suas prováveis consequências, tendo em vista o ocorrido com o José Ribamar Sarney e outros políticos que têm saido como anjos, quando as provas todas são reveladoras de carecerem os mesmos da probidade administrativa, conforme determina a Constituição Federal.

 

Todos os ‘antenados’ estão a saber do “Caso Arruda” e as possíveis conseqüências de seus atos não só de improbidade administrativa, como de atos que nossa Lei Penal Substantiva tipifica como ?crimes?. Todos assistimos os vídeos. Cabe, após o devido processo legal (due process of law), responsabilizá-los e aos demais: corruptor e corruptos, por seus atos. Sendo que Arruda já deveria ter sido afastado do cargo e sofrer Impeachment.

Todavia, não me parece necessário lembrar como finalizou o caso de José Ribamar Sarney. Havia todas as provas necessárias que o incriminavam, mas declararam-no inocente. Melhor: ele nem chegou a ser julgado, passou direto pelo portal celeste sem ainda não ter morrido (sim, pois se o tivesse, certamente quem o acolheria seria o demônio). Só faltou-lhe a beatificação.

Desnecessário comentar sobre a vergonha que sentem os cidadãos de bem verem seus representantes senadores, na ?Câmara dos Lordes Tupiniquim?, atuarem como o fizeram. Inexiste ética na Comissão de Ética. Inexiste seriedade no Senado da República. Os três ou quatro homens corretos que lá estão não conseguiram deter a marcha da insensatez de seus pares.

Não tenho bola de cristal alguma. Não sei prever o futuro. Mas sei raciocinar muito bem. Conheço o suficiente de psicologia e como a maioria dos políticos deste país costuma agir. Comparo fatos. Examino atos. E chego às conclusões que chegariam as pessoas como eu.

Permitam-me usar um processo analógico. Os políticos são como lobos. Andam em matilhas. Buscam a mesma caça, matam-na e comem-na. No caso deles – politicos, dividem entre si como se fosse “butin”, os dinheiros que não lhes pertencem, mas aos cidadãos. Ou recebem propinas: verdadeiras fortunas de grandes construtoras ou de mega empresários, em troca de favorecimentos ilegais.

Onde está Daniel Dantas?
O que fizeram da Operação Satiagraha? …
Os ‘mocinhos’ foram transformados em bandidos e vice-versa.

O Judiciário, submisso ou/e conivente com o Executivo, tentou destruir a imagem do delegado Protógenes de Queiróz. O juiz De Sanctis está a responder processo…
Pergunto uma vez mais: como está passando o senhor Daniel Dantas?

E o sacripantas paulista, Paulo Maluf? Seu sorriso de hiena chega a dar náuseas, como o de Sarney, que só não dá risadas maiores, pois possivelmente pode cair-lhe a dentadura…

Alguns dos senhores leitores por acaso pensa que será diferente com Arruda? Seria pueril tal pensamento, pois o Reizinho, d’além-mar, já ‘acenhou-lhe’ com a devida ‘proteção’ (vide a decisão de Toffoli referente ao caso). Pensam que aquele ministro não está a serviço do Executivo? É como tenho reiteradas vezes escrito: NÃO HÁ INDEPENDÊNCIA DOS PODERES em Pindorama. Quanto a Arruda, deverá ocorrer o mesmo. Lembram-se?

Lula, ao saber do fato e indagado sobre o mesmo, respondeu: (sic) “A imagem não fala por si. O que fala por si é todo o processo de apuração, é todo o processo de investigação. Quando tiver toda a apuração e investigação terminadas, a Polícia Federal vai ter que apresentar o resultado final do processo. Aí você pode fazer juízo de valor e mesmo assim quem vai fazer é a Justiça”.

“…as imagens não falam por si”… ora, é justamente o contrário, conforme escrevi alhures. E mais: depois de ocorrer tudo o que Lula falou, vão dar um jeito de fazer algo semelhante com o que fizeram com o Sarney… ainda mais que Arruda tem a maioria… e ainda vão culpar a PF etc…

Ao contrário, porém, do que o Lula gostaria que pensássemos, “uma imagem fala mais do que mil palavras”… tanto assim é que os profissionais de marketing sabem disso – e muito bem.

Tiranos como Hitler, também o sabiam. Seu ministro Goebells, ensinava:”Uma mentira repetida mil vezes, torna-se verdade“… Stalin, não agia diferente.                                                                                                                      Tampouco o fazia o agora quase zumbi de Cuba, Fidel Castro, que ainda mantém em suas fétidas masmorras cidadãos cubanos que se postaram contra seu regime, chegando a tratá-los em desacordo com a Convenção de Genebra, pois até agora são torturados. Esta é a razão pela qual aquele sangrento ditador não permitiu, há algum tempo, que delegados da Cruz Vermelha Internacional fossem visitar ditas prisões. E Lula, ao visitá-lo disse uma de suas pérolas (falsas): “Pertenço a uma geração que aprendeu a amar Cuba“… o que me fez escrever: “Que geração é essa, presidente?” Repito: as imagens ‘falam’ , sim, de per si, senhor presidente. Aguardemos. Posso estar enganada… quem sabe?

Não sou a pitonisa de Delfos, tampouco pessimista. Mas, sendo realista, e tendo em vista os fatos citados retro, não espero ver Justiça ser distribuída no Brasil. Aqui, os juízes corretos, os que realmente distribuem Justiça, são afastados, difamados, ou forçados a pedir aposentadoria.

O que estamos deixando fazer com nosso País?

Quando a verdade passa a ser tratada como mentira, quando os homens públicos agem sem dignidade (pois não a possuem), quando os Poderes deixam de ser independentes entre si, algo errado está ocorrendo. Que a OAB atue junto a este Judiciário inoperante e o faça funcionar!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: